Famílias de Alcinópolis comemoram o sonho da casa própria

Além de residencial,também foi inaugurada a estação de tratamento de esgoto e rede coletora que se estende por todo seu perímetro urbano

Nesta quarta-feira (8), famílias do município de Alcinópolis receberam a chave da casa própria. O Residencial Bom Retiro I com 50 unidades habitacionais faz parte do programa Minha Casa Minha Vida – FDS e teve como agente financeiro a Caixa Econômica Federal.

Devido ao mal tempo, a diretora-presidente da Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (AGEHAB), Maria do Carmo Avesani Lopez não pôde estar no local, mas ressaltou a importância da casa própria para as famílias.

“Tenho certeza de que as novas moradias irão fazer a diferença na vida de cada um, e que o dinheiro gasto com aluguel poderá ser bem investido. Ficamos contentes em fazer parte do desenvolvimento do município”.

Já o governador Reinaldo Azambuja que também não pôde estar presente lembrou que mesmo no período de crise conseguiu assegurar investimentos para a melhoria da qualidade de vida do município.

“Quero dizer da importância da entrega dessas 50 moradias, da estação completa de tratamento de esgoto, da entrega de 2,6 mil metros de rede coletora, mais de 676 ligações que vão possibilitar a essa estação de Alcinópolis 100% ser coletado e tratado o esgoto da cidade. Isso é um ganho enorme à população do município. Então, a gente fica muito contente em poder entregar essas obras importantíssimas para o desenvolvimento da cidade e nos próximos dias estaremos juntos. Além de visitar obras importantes que são essas que hoje nós estamos entregando, estaremos dando autorização de início de outros investimentos que com certeza vão fazer de Alcinópolis uma cidade melhor”, afirmou Reinaldo Azambuja. 

Foto: Chico Ribeiro

Saneamento

Com a inauguração da estação de tratamento de esgoto e da rede coletora, Alcinópolis passa a integrar a restrita lista de cidades brasileiras que possuem 100% de rede coletora, explica o presidente da Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul), Luis Rocha.

Ele detalhou que já foram feitas 676 ligações domiciliares e até o final do ano deverão ser concluídas as demais 649, assegurando o acesso de todos os moradores à rede de saneamento que já está presente em toda a extensão do município. “Hoje são raríssimas as cidades que possuem essa cobertura”, destacou.

Rocha lembrou ainda que estudos recentes feitos na União Européia revelam que a cada real investido em saneamento, R$ 9 são economizados na Saúde. “E o governo tem feito grande esforço para melhorar o saneamento por todo o Estado”, finalizou.

Rosana Moura (AGEHAB) / Danúbia Burema e Bruno Chaves – Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Fotos: Chico Ribeiro