Aditivo resulta em investimento de R$ 7,8 milhões por parte do Estado para habitação na Capital

Categoria: Geral | Publicado: segunda-feira, julho 26, 2021 as 13:52 | Voltar

Unidades serão executadas através do “Programa de Substituição de Moradia Precária”

O investimento de R$ 7,8 milhões de reais por parte do Governo do Estado, vai garantir a construção e a conclusão de mais 150 unidades habitacionais para os antigos moradores da Comunidade Cidade de Deus. Tal recurso foi oficializado por meio da assinatura de Aditivo de Convênio entre Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (Agehab) e Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários (Amhasf), ocorrida na manhã de hoje (26).

Assinaram o documento, o governador Reinaldo Azambuja, o secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel, o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, a diretora-presidente da Agehab, Maria do Carmo Avesani Lopez, e a diretora-presidente da Amhasf, Maria Helena Bughi. Durante as falas, o compromisso com a vida humana deu mais alento, principalmente, para as quatro pessoas que representaram todas as famílias beneficiadas com o ato.

Autoridades e representantes durante assinatura no gabinete do Governador

“Vocês (moradores) são o motivo dessa parceria que tem funcionado bem. Acho que essa sintonia está dando frutos positivos. Já entregamos inúmeras unidades habitacionais, e isso mostra que quando articulamos conjuntamente, vamos resolvendo os problemas. Agora esse repasse vai viabilizar a cada um de vocês a concretização da moradia digna e a realização de um sonho”, disse o governador. Ainda na própria fala, ele mencionou o trabalho já realizado no Bom Retiro.

Já o secretário de infraestrutura falou que, “o mais importante são as 150 moradias que serão construídas para todos os moradores, dando outra qualidade de vida e outra condição de dignidade, a vocês. É sobre ter uma casa própria num padrão bem melhor do que tem”, esclareceu Eduardo Riedel.

Anderson Tomaz Luiz, Antônio Correia, Edileuza Luiz e Rony Leão, os beneficiários e representantes, também assinaram o aditivo de convênio. No total, serão R$ 9.207.851,09 destinados a construção de 52 unidades no residencial Jardim Canguru e 98 no loteamento José Teruel; o valor conta com aditivo de mais de R$ 5 milhões em razão do considerável aumento dos custos de matérias-primas da construção civil na pandemia.

Edileuza, do J. Canguru, assinando o documento

Edileuza Luiz não esconde a felicidade que a parceria entre os Entes Públicos vai proporcionar na vida dela. “É uma alegria muito grande, pois são quase oito anos de barraco. E hoje, essa assinatura, significa muito, não somente para mim, mas para todos os moradores do Canguru e Teruel”, comemorou ela.

Maria do Carmo assinando Aditivo de Convênio

“Nesse caso específico, a parceria é muito importante porque a mesma é um resgate àquelas famílias que saíram do Cidade de Deus. Já foram entregues próximo de 200 unidades, e faltava essas 150, para que todos os moradores da antiga comunidade sejam atendidos. Isso é respeito ao cidadão”, pontou Maria do Carmo.

As próximas etapas são de responsabilidade de Prefeitura Municipal de Campo Grande.

Além dos nomes já mencionados, o secretário Pedro Pedrossian Neto (Finanças e Planejamento); o presidente da Funesp, Claudinho Serra, bem como vereadores e representantes dos moradores, também estiveram presentes no ato.

Davi Nunes Souza, Agehab

Foto destaque: Edemir Rodrigues

Publicado por: Assessoria de Comunicação

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.