Famílias podem adquirir a casa própria por meio de programas habitacionais

Categoria: Geral | Publicado: segunda-feira, agosto 21, 2017 as 15:21 | Voltar

Em entrevista concedida ao Bom Dia MS – TV Morena, a diretora-presidente da Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (AGEHAB), Maria do Carmo Avesani Lopez destacou os programas habitacionais que oportunizam a realização do sonho da casa própria e a importância da atualização do cadastro.

“Um dos programas do Governo do Estado é o Programa Habitacional Financiado com Subsídio. Nele o governo incorpora subsídio Estadual ao subsídio Federal no financiamento do FGTS, facilitando o acesso das famílias com renda entre R$ 1.300 a R$ 3.520 a adquirir seu imóvel”, explica Maria do Carmo.

Outro programa é o Lote Urbanizado. Este tem o objetivo de atender famílias com renda de até cinco salários mínimos e que não tenham sido beneficiadas em nenhum Programa Habitacional Federal, Estadual e Municipal.

O município participa com o terreno e a assistência técnica, já o governo do Estado constrói a base da casa até a primeira fiada de tijolos e o cidadão dá continuidade na construção de sua moradia.

Para participar primeiramente o pretendente tem que realizar o cadastramento no sistema de inscrição da AGEHAB, e após passar pelo processo de seleção os mesmos serão chamados e deverão comprovar em documentos que possuem condições financeiras para adquirirem os tijolos e os cimentos até o respaldo.

O prazo para a conclusão da moradia é de 24 meses, ou seja, dois anos, e, somente com a conclusão da construção da moradia, que a mesma poderá ser habitada. 

ATUALIZAÇÃO

Esclarecendo dúvidas de telespectadores, a diretora-presidente da AGEHAB destacou a importância da atualização do cadastro na agência e que o mesmo deve ser atualizado rigorosamente a cada dois anos, caso contrário a pessoa não será contemplada com o imóvel.

Ainda segundo ela, os programas de menor renda seguem critérios de seleção e famílias com pessoas deficientes, por exemplo, tem prioridade. Porém a demanda por moradias é muito alta, principalmente na Capital e nos maiores municípios do Estado.

 

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.