Últimos dias de setembro são marcados por entrega de quase 400 termos de autorização pelo Estado

Categoria: Geral | Publicado: sexta-feira, outubro 1, 2021 as 09:06 | Voltar

Nos dias 29 e 30 de setembro, a Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (Agehab), entregou 392 termos de autorização para dar baixa na hipoteca e/ou caução para mutuários do extinto Instituto de Previdência de Mato Grosso do Sul (Previsul). Desta vez, os contemplados foram os moradores de Aral Moreira e Ponta Porã.

Em Aral Moreira, 22 moradores do bairro que leva o mesmo nome do antigo instituto, receberam os documentos que resultam no registro definitivo dos imóveis. A equipe da autarquia realizou às entregas de casa em casa acompanhada do prefeito Alexandrino Garcia e a vice-prefeita Val Soligo, além dos vereadores Vera Cruz e Jackson Machado.

“Primeiramente, eu gostaria de agradecer toda a equipe da autarquia, pela eficiência e por todo o serviço realizado em nosso município, que foi a entrega dos documentos no bairro Previsul. É algo que os moradores da região aguardavam há um bom tempo e não tinham nenhuma resposta”, disse Jackson Machado, observando o quanto este serviço deve melhorar a realidade local.

Com a baixa da hipoteca e/ou caução em mãos, os atuais moradores podem ir no cartório para assegurar direitos sobre sua residência, como fazer a escritura, inventário, entre outros.

Já em Ponta Porã, a Prefeitura Municipal organizou um evento no Centro Catequético da Paróquia São José, para receber os 370 moradores dos empreendimentos Conjunto Habitacional José Gury, Jardim Independência, Jardim Manoel Padial Urel e Parque dos Ipês II. Na ocasião, 12 mesas de atendimento estavam distribuídas pelo local a fim de garantir rapidez nos trabalhos.

Evento contou com os protocolos de biossegurança

“Estou me sentindo nas altura com esse termo em mãos. Agora vou dar início no processo de escrituração da casa, pois quero fazer mais algumas obras no imóvel para minha filha morar ali comigo e cuidar de mim e de minhas irmãs na velhice. Ela também mora sozinha na atual casa dela, então a famílias pode ficar mais reunida”, contou a aposentada Cermina Tassat.

Quem também falou de planos ao assinar o termo, foi a dona de casa Erinetes Silva de Souza. “A situação estava bem difícil sem esse documento, mas agora eu vou dar entrada na regularização”. E continuou, “Minha família está bem contente com esse ato do Governo do Estado que trará mais sossego e segurança para nós”.

O evento contou com uma solenidade de abertura e com entregas simbólicas, feitas pelas autoridades presentes. A diretora-presidente da Agehab, Maria do Carmo Avesani Lopez; o prefeito Hélio Peluffo; o diretor-presidente da Agência Municipal de Habitação de Ponta Porã (Habiporã), Carlos Alexandre Bordão; além dos secretários e vereadores municipais

Maria do Carmo ainda explicou aos mutuários como os mesmo devem prosseguir daqui em diante

Maria do Carmo Avesani Lopez fez questão de agradecer todos os moradores que estão empenhados em dar mais dignidade para si mesmo. “Ao observar o que aconteceu em Ponta Porã, eu fico muito feliz com o trabalho que vem sendo feito, pois é nítido o quanto as pessoas esperavam por isso e precisam desse termo para ter mais qualidade de vida, segurança e tranquilidade”.

“O que a atual administração estadual está fazendo é história! É reconhecer cada cidadão no seu direito de possuir uma casa! Agora vocês poderão fazer a escritura, o usucapião administrativo ou aquilo que falta para vocês se tornarem os legítimos proprietários de seus lares”, pontuou Hélio Peluffo

Regularização Fundiária

O Governo do Estado ainda realizou a entrega de 105 títulos de Regularização Fundiária no município de Amambai, no período da tarde (30). O ato fez parte de um evento que conta a presença do governador Reinaldo Azambuja e do secretário estadual de Infraestrutura, Eduardo Riedel.

A regularização que contemplou moradores do Vila Cristina acontece através de um termo de cooperação celebrado entre Prefeitura Municipal e Agehab, ficando a cargo desta última, a prestação de assistência técnica e o auxílio durante o processo de execução do programa estadual.

Davi Nunes Souza, Agehab

Publicado por: Assessoria de Comunicação

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.